Angu do Gomes

Em 1955, o português Manuel Gomes começou a vender angu em numerosas carrocinhas espalhadas pelas ruas da cidade. Um dos pontos tradicionais das carrocinhas era a Praça 15 de Novembro, onde Sérgio Mendes, Tom Jobim e Armando Pittigliani se reuniam para comer o angu e criar o samba-jazz. Em 1964, Manuel morreu e o negócio foi assumido por seu filho João Gomes e por Basílio Moreira. Em 1977, os dois fundaram o restaurante no largo de São Francisco da Prainha, no bairro da Saúde. Logo, o local virou ponto de encontro de militantes da extrema-direita brasileira, que, ali, planejavam assassinatos e atentados visando à perpetuação do regime militar então vigente no país. Em 1995, o restaurante fechou e as carrocinhas foram recolhidas. Em 2009, um neto de Basílio e outros sócios reabriram o restaurante, no mesmo largo de São Francisco da Prainha, porém em outro número.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *